11. Flexão dos adjetivos:

Grau comparativo e grau superlativo

GRAU COMPARATIVO
Compara as qualidades dos seres. O grau comparativo pode ser:
• de igualdade: A bolha é tão leve como uma pluma.
• de superioridade: A pedra é mais dura que a madeira.
• de inferioridade: Mamãe é menos paciente que papai.
GRAU SUPERLATIVO
Expressa as qualidades dos seres num grau muito elevado ou num grau máximo. O grau superlativo pode ser:
• absoluto:
Bernardo é um pai pacienciosíssimo.
Bernardo é um pai muito paciente.
• relativo
Bernardo é o mais paciente dos pais.
Atenção:
• Não dizemos “mais grande”; devemos dizer maior.
• Não dizemos “mais pequeno”; devemos dizer menor.
• Não dizemos “mais bom”; devemos dizer melhor.
• Não dizemos “mais mau”; devemos dizer pior.
Para formar o superlativo absoluto, acrescentam-se ao adjetivo as terminações -íssimo, -ílimo, -érrimo ou as palavras muito, bem, o mais etc.
Esta pedra é duríssima.
Esta pedra é muito dura.
Esta pedra é a mais dura de todas.
Lembre que:
• Use dois-pontos e travessão nas falas dos personagens de sua narração.
• Os sinais de pontuação são: dois-pontos (:), travessão (–), ponto e vírgula (;), ponto de interrogação (?), ponto de exclamação (!), reticências (...) e ponto-­final (.).
Educando Mais! Todos os direitos reservados - © 2019 Educando Mais! 
  • Facebook
  • Canal Educando Mais!
  • Instagram
  • Rádio Educando Mais
  • Rádio Educando Mais
  • Rádio Educando Mais
  • Rádio Educando Mais
  • RSS ícone social
E-mail do Educando Mais!
WhatsApp do Educando Mais!