14 - As diferenciações no território

Analisamos a intensa mobilidade espacial da população brasileira por meio de diferentes tipos de fluxos migratórios existentes entre regiões estagnadas e outras mais dinâmicas. O impacto das inovações tecnológicas no reordenamento territorial do país envolve mudanças nas relações entre o campo e a cidade e também na hierarquia urbana.
Vamos ler dois textos: “As férias na casa da avó materna”, no caderno do aluno, e “A mudança para o interior”. Vamos identificar o percurso da família de João pelo território nacional, as razões da mudança da Bahia para Minas Gerais e, depois, de Minas Gerais para São Paulo, o que mudou na vida dele e na sua cidade de residência ao longo do tempo (intervalo de 30 anos - início dos anos 1970 ao final da década de 1990). Quais as vantagens e desvantagens de viver em diferentes cidades? Quais as características de cada época?
O que motivou essas mudanças? A oportunidade de emprego. Entre 1970 e 1990, muita coisa mudou:
1.   Mudança de conectividade entre as cidades e o encurtamento das distâncias por decorrência das inovações tecnológicas:
  • No começo da década de 1970, não havia o acesso à internet (foi implantada em meados da década de 1990) e a comunicação por satélite não cobria todo o território nacional;
  • O desenvolvimento da infraestrutura de transporte tornou o acesso entre as cidades mais rápido.
  • Expansão do mercado de produtos industrializados e da sociedade de consumo por meio da rede de hipermercados e de shopping centers.
  • Mudança nas relações entre as cidades pequenas e médias com a metrópole em decorrência dos aspectos anteriores.
 
A distribuição da infraestrutura
As inovações dos últimos 30 anos alteraram os conteúdos tecnológicos do território brasileiro, revigorando as possibilidades de produção com os novos recursos da informação, da ciência e da técnica. Daí a necessidade de introduzir gradativamente no ensino de Geografia as inúmeras combinações no meio geográfico decorrentes do acúmulo desigual de ciência e técnica.
Existe um maior acúmulo de infraestrutura e tecnologia nas unidades federadas do Centro-Sul do país, especialmente São Paulo e Rio de Janeiro. Qual é o impacto desse acúmulo desigual das inovações na rede urbana brasileira?
 
As cidades brasileiras
As cidades constituem, no momento atual, um elo entre o local de residência e as relações sociais e econômicas cada vez mais globalizadas. As cidades situadas na porção do território com maior acúmulo das inovações tecnológicas têm melhores condições de exercer esse papel (de cidade globalizada).
O mapa “Brasil: população urbana, 2000”, no caderno do aluno, apresenta a distribuição da população urbana pelo território nacional e chama atenção para os círculos proporcionais indicados na legenda. Percebemos a relação entre o sistema viário e a distribuição da população pelo território: onde temos estradas (sistema viário), temos população, mesmo em pequena quantidade, como nas rodovias brasileiras pavimentadas, especialmente nas Regiões Norte e Centro-Oeste ou mesmo próximo ao Rio Amazonas, importante hidrovia da Região Norte.
Porém, as capitais com mais conteúdo de ciência e tecnologia são as localizadas no sul e sudeste (onde aconteceu o desenvolvimento em maior escala em todos os sentidos): São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Goiânia, Brasília, Curitiba e Porto Alegre.
Educando Mais! Todos os direitos reservados - © 2019 Educando Mais! 
  • Facebook
  • Canal Educando Mais!
  • Instagram
  • Rádio Educando Mais
  • Rádio Educando Mais
  • Rádio Educando Mais
  • Rádio Educando Mais
  • RSS ícone social
E-mail do Educando Mais!
WhatsApp do Educando Mais!