5 - A Reforma Protestante e a Contrarreforma

As Motivações da Reforma
a. Insatisfação dos reis e príncipes: Papa como obstáculo ao fortalecimento do poder real, além de canalizar para a Igreja, taxas e tributos pagos pelos fiéis.
b. Descontentamento da Burguesia: A Igreja defendia a Teoria do Preço Justo e a Proibição do empréstimo a Juros.
c. Abusos de membros da Igreja: Compra de cargos, indicação de membros de famílias milionárias ao papado, Venda de falsas relíquias e indulgencias.
 
Os Primeiros Reformadores
 
Vários Cristãos de diversas origens sociais estavam descontentes com a Igreja:
1. John Wycliffe (1320-1384), Teólogo, traduziu a bíblia para o inglês, revelando os contrates entre o dito e o escrito, alem de denunciar o acúmulo de riqueza por parte do clero. foi condenado por um tribunal religioso por heresia.
2. John Huss (1369-1415), traduziu a bíblia para o tcheco, denunciou o acumulo de riqueza, a corrupção e o luxo do alto clero, foi excomungado, preso e queimado vivo.
3. Martinho Lutero, no inicio do séc. XVI, monge alemão revoltou-se contra a venda de indulgencia e ousou discordar da doutrina católica.
Reforma de Lutero: em 1517, o papa prometeu que todos que dessem dinheiro para a construção da nova Basílica de São Pedro receberia em troca a indulgência plena. Indignado, Lutero pregou na porta da sua paróquia as 95 teses, contendo duras críticas a Igreja. Por suas críticas, foi excomungado e o rei Carlos V também o considerou um herege e mandou queimar seus escritos. Para garantir sua sobrevivência, se refugiou na torre de um castelo aonde traduziu a bíblia para o alemão. As ideias de Lutero se espalharam e vários príncipes alemães se converteram e se apropriaram das terras da igreja, aumentando seu poder.
Lutero, acaba por criar uma nova igreja, com uma nova doutrina:
 
1. Somente a Fé em Deus salva as pessoas.
2. A bíblia, por meio do qual Deus se revela, é a única fonte realmente confiável.
3. O batismo e a eucaristia são os dois únicos sacramentos.
4. O culto aos santos e a infalibilidade do papa não tem fundamento.
5. Qualquer membro da igreja pode se casar.
 
As ideias de Lutero ganharam adeptos e fez com que o Imperador Carlos V, proíbe-se o culto Luterano. Vários príncipes Luteranos protestaram vindo dai o nome Protestante a todos os seguidores de religiões surgidas após a reforma. Uma grande ajuda para que as ideias de Lutero se espalhassem foi a imprensa e de outros reformadores como Calvino.
4. João Calvino (1509-1564) acreditava nos mesmos fundamentos de Lutero, porem também acreditava na Predestinação. As idéias de Calvino, chamada de Calvinismo, ganha rápida difusão na alta Burguesia. Escócia: Presbiterianos; Inglaterra: Presbiterianos; França: Huguenotes.
 
Reforma na Inglaterra
 
O próprio rei conduz o processo, para se livrar de impostos e da interferência da Igreja.
Começa com um pedido para a anulação de seu casamento, que é negado pelo papa.
Henrique VIII rompe com a Igreja e se casa novamente, sendo excomungado pelo papa.
O Parlamento cria o Ato de Supremacia (1534) e declara o rei chefe da Igreja na Inglaterra (Igreja Anglicana).
Confisca terras e as doa para nobres e Burgueses que o apoiaram.
A reforma Católica ou Contra reforma
 
Para conter o avanço protestante, a Igreja anuncia o movimento de contra reforma. Principais características:
​a. Ordem dos Jesuítas (1534) se dedicavam a evangelização dentro de uma rigorosa disciplina.
b. Concilio de Trento (1545) e estabelece:
1. Reafirma o poder do papa, manteve os 7 sacramentos e a proibição do casamento entre o clero.
2. Criação dos seminários.
3. Proibiu certos livros de serem lidos por Católicos (Índex).
4. Reativou a Inquisição.
Educando Mais! Todos os direitos reservados - © 2019 Educando Mais! 
  • Facebook
  • Canal Educando Mais!
  • Instagram
  • Rádio Educando Mais
  • Rádio Educando Mais
  • Rádio Educando Mais
  • Rádio Educando Mais
  • RSS ícone social
E-mail do Educando Mais!
WhatsApp do Educando Mais!