4.  Orações intercaladas ou interferentes

As orações intercaladas (ou interferentes) representam um assunto que nos lembra uma outra modalidade de orações já existentes – as orações subordinadas. São denominadas subordinadas porque apresentam uma dependência sintática entre os termos que as compõem. Estes termos podem ser representados por um objeto, complemento nominal, aposto, adjetivo, adjunto adverbial, entre outros. Eis, então, o ponto central que demarca a diferença que há entre as subordinadas e as orações intercaladas, visto que nelas (intercaladas) não há essa dependência.
Assim sendo, por serem independentes da estrutura sintática do período, sua existência se deve ao fato de inserirem uma opinião, observação, ressalva ou advertência. A título de melhor ilustrarmos o que estamos afirmando, vejamos alguns enunciados:
Continuamos ansiosos, disseram os alunos ao professor, pela sua volta.  
O termo em destaque representa a modalidade em questão, uma vez inserido entre vírgulas, representando um dos sinais de pontuação.
O trabalho – cremos nós – não será difícil.
Constatamos a mesma identificação, contudo, o termo aparece entre travessões, assemelhando-se ao exemplo anterior.
Vocês estudaram para as avaliações? – perguntou a diretora enfurecida.
O termo ora em destaque representa a oração intercalada, demarcado também pelo travessão.
Todos chegaram (exaustos, por sinal) daquela longa e cansativa viagem. 
Ocupando igual função, o termo em destaque aparece demarcado entre parênteses.
Mediante tais pressupostos constatamos as características que regem as orações intercaladas e adquirimos conhecimento acerca de mais um fato linguístico.
Educando Mais! Todos os direitos reservados - © 2019 Educando Mais! 
  • Facebook
  • Canal Educando Mais!
  • Instagram
  • Rádio Educando Mais
  • Rádio Educando Mais
  • Rádio Educando Mais
  • Rádio Educando Mais
  • RSS ícone social
E-mail do Educando Mais!
WhatsApp do Educando Mais!